Archive for the ‘Sex-Arte’ Category

do it again!

outubro 28, 2008

Hum… hum… é tão bom que queria mais e mais e mais e… aiii, não pára, pelamordedeus, hum… mais…  isso, de lado, é, põe essa perna pra cima… hum… delícia… ícia… mais, não pára… isso…  continua… hum… e mais e mais, assim… até assar:

Mas agora já me recuperei , babe, we can go on!

do it again!

do it again!

 

Bençãos que são maldições

agosto 29, 2008

Allan Sieber é gênio. Quem não conhece o blog do cara, dá uma passada lá! Clica aqui.

Na rua com Anaïs Nin 2 – conto erótico

agosto 15, 2008

E o Pernas Abertas segue pela ruas democratizando a literatura erótica. É nóis!

Na rua com Anaïs Nin – conto erótico

agosto 14, 2008

Internet é o caralho! O grande lance é sair pela rua, arejar, esquecer essa história de teclado mouse e monitor! foi o que o pessoal do Pernas Abertas resolveu fazer por um bom tempo. Mas é preciso exercer a contradição, e é por isso que estamos aqui na maior cara dura anunciando nosso retorno triunfal. Como primeiro acepipe, oferecemos a leitura do conto erótico “Artistas e Modelos”, de Anaïs Nin, pelas ruas do Bom Fim. E como segundo acepipe, a segunda parte desse mesmo vídeo, por isso fique esperto que amanhã tem mais.

Uma câmera na mão, um gravador digital, umas páginas de erótica e a presença majestosa da poetisa Dani Sibonis: é com esses ingredientes infalíveis que o Pernas Abertas segue intrépido batalhando pela democratização da literatura e da putaria.

A mordida da maçã – Parte II

junho 11, 2008

Luz, câmera, ação! Para quem, assim como nós do Pernas, está ligado no mundo “visual” que vivemos, pode começar a fazer a pipoca e a se acomodar nas poltronas. Em mais uma pitada da nossa degustação do fruto proibido, lá vem a segunda galeria do Mosex – o museu do sexo de NY: “Action – Sex and the moving image” (uhu!). Pois é, amigo e simpático, o espaço traz, através de vários vídeos, muita sacanagem, publicidade e a história do universo erótico e pornô mundial. Para se ter uma idéia, o museu expõe desde vídeos pornográficos do inicio do século XX até a performance em quatro paredes de famosos (como Pamela Anderson e Colin Farrell), e o vasto material publicitário que explora a temática do sexo.

Se ficou curioso(a), tá aí a dica: o segundo vídeo exclusivo do Pernas Abertas no Mosex! Confira:

Créditos:

Sarah Jacobs, Curadora
Elizabeth Mariko Murray, responsável pelo gerenciamento da coleção
Michael McNamara, assistante
Casson Mann, responsável pelo Design
Graphic Thought Facility, responsável pelo Design
Charlie Gansa, Editor de vídeo

A mordida da maçã – Parte I

junho 9, 2008

O olho indiscreto do Pernas Abertas traz aqui um tour pela primeira galeria do Museu do Sexo novaiorquino. Intitulada “Sex in Design/Design in Sex” a exibição, segundo a organização do evento, mostra a mais inspirada coleção de obras que relacionam sexo e design ao redor do mundo, contendo peças dos tempos do pós-guerra até a atualidade. Conforme o Mosex, o design, cada vez mais, está presente na vida das pessoas na contemporaneidade (na roupa que vetimos, nos carros que dirigimos) e, por isso, também se manifesta na confecção de objetos que tocam no imaginário humano aflorado, inclusive, sobre a sexualidade. 😉

Sarah Jacobs, Curadora do evento, Museum of Sex
Elizabeth Mariko Murray, Assistene da Curadora

DESIGN
Pentagram Design Inc.

SPONSORS
Kiki de Montparnasse (www.kikidm.com).

A mordida na maçã

junho 9, 2008

Aqueles mais ligados às tradições e crenças cristãs que nos desculpem, mas… juro, também não pudemos resistir às tentações do fruto proibido. Os ávidos exploradores do Pernas Abertas ganharam ares internacionais e, atrás daquela informação maliciosa (sabe?), fincaram a bandeira tupiniquim em Nova York,a Grande Maçã. Sem contar toda diversidade e história de sexualidade que, pode crer, amigo leitor, impera sobre aquelas terras, não deixamos escapar a oportunidade de fuçar nas fibras desse lugar e trazer algo especial para você. Pois é… nossas lentes desavergonhadas não sossegaram e abriram as pernas do indiscreto Museu do Sexo novaiorquino… uhu!

Num especial de três postagens, o Pernas traz aqui a atual exibição do MoSex de NYC, principal e mais respeitado museu desse gênero na cidade – e quiça naquele país. Para começo de conversa, já dá para elogiar a direção do local, que traz informação, sacanagem e muitas curiosidades: é um dos museus mais acessíveis à visitação, com ingressos a 14,50 dõlares (que, na prática, sai por mais ou menos 10 mangos, já que há descontos em milhares de folhetos espalhados por locais públicos da Big Apple, como as estações de metrô, por exemplo).

Além disso, para você ter uma idéia do atrevimento de quem comanda o MoSex, o museu está localizado em uma esquina da Quinta com a 27 avenidas, o que, direta ou indiretamnete, já modifica um pouquinho aquele ambiente dominado por dezenas de edificações de grandes empresas característico da região. E… só para deixar bem claro, a gente jura: Isso aqui não é nenhum tipo de puxação de saco ou qualquer coisa parecida, mas sim um reconhecimento de um lugar muito legal e que merece estar entre as nossas indicações de visita. ok?

Fundado em 5 de outubro de 2002, o MoSex já soma sete diferentes exibições, além de três projetos online disponíveis no site do museu. O material lá exposto, segundo administradores do local, provém de diferentes continentes e culturas, contemplnado fotos, vídeos, peças e objetos antigos, desenhos, pinturas e outras obras envolvendo sempre, obviamnete, os tópicos sexo e sexualidade. Tudo isso dividido em três galerias, cada uma sustentando uma temática.

O que também chama a atenção no museu é o discurso promovido por seus organizadores. De acordo com eles, o epicentro do MoSex é a educação sexual, sendo a promoção de seminários, sessões de filmes e performances sobre o tema uma constante. Conforme o fundador e diretor-executivo do local, Daniel Gluck, a idéia do MoSex é ser “o Museu Metropolitan do sexo”, o que já o diferencia, em relação ao seu perfil, um pouco dos museus do gênero encontrados em Paris, Barcelona, Amsterdã, por exemplo. Por essas e outras é que a equipe do Pernas não dormiu no ponto e registrou uma “exploração” pelo MoSex. Hoje, o museu está recebendo três exibições, uma em cada galeria. A primeira delas chama-se “Sex in Design/Design in Sex”; a segunda “Action – Sex and the Moving Image”; e a terceira “Spotlight – On the Permanent Collection”. O negócio agora, amigo leitor, é apertar os cintos, retornar a poltrona à posição vertical e aproveitar o passeio…