Uma câmera na mão, uma janela na cabeça

by

Alair Gomes poderia ter comprado uma luneta e passado a espiar seus vizinhos trocarem de roupa, saírem do banho esquecendo de fechar a janela, ou em cenas daquele sexo urgente – em que a preocupação em saciar o desejo transforma uma persiana aberta em… apenas uma persiana aberta. Mas não, em seu apartamento no Rio de janeiro, de cara para Ipanema, era muito mais proveitoso olhar para a areia da praia do que para qualquer condomínio residencial às suas costas. E, para nossa sorte, Alair comprou uma câmera fotográfica ao invés da manjada luneta.

O resultado foram fotos e fotos de rapazes conversando, praticando exercícios e tudo o mais que renda belas poses para o olhar voyeurístico do Alair. Essas fotos que já rodaram boa parte do mundo estão de pernas abertas ao público porto-alegrense a partir de hoje, na Usina do Gasômetro. Ficam até dia 13 de julho ali do lado do Guaíba, mas não deixe pra ver na última hora porque a gente sempre esquece né. Principalmente vocês, mulheres, que vivem reclamando que não tem mais homem pelado aqui no Pernas. Mas vale pra todo mundo, nas imagens percebemos a transformação de corpos sarados dos anos 60 e 70 em ícones que remetam à Grécia Antiga. Cabeleiras e bigodões também são marca registrada, trazem às vezes um riso involuntário, mas não deixam de ser documentos de uma época.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: