Walk this way

by

Verdadeiro objeto de fascínio entre alcoviteiros, a pergunta “será que ele/ela é?” agora também tem cativado a comunidade científica. Estudiosos norte-americanos estão empenhados em comprovar que, sim, é possível reconhecer gays e lésbicas só olhando o jeito de andar ou o formato do corpo.

O estudo foi feito pela UCLA, coordenado pelo professor Kerry Johnson, que pondera do alto de seu cientifiquês: “nós sabemos que homens e mulheres têm corpos diferentes e andam de maneira distinta e podemos observar que observadores casuais podem identificar se eles são ou não heterossexuais, gays ou lésbicas com uma percepeção bastante apurada”.

A pesquisa foi feita com 16 voluntários, entre homens e mulheres, que foram filmados de costas caminhando em esteiras. Depois, 112 estudantes universitários olhavam os vídeos e jogavam a pedra: “esse é!” ou “esse não!”. Os índices de acerto foram em torno de sessenta por cento.

Leia mais aqui.

4 Respostas to “Walk this way”

  1. B. Says:

    Ai que absurdo!!! Patrulha ridícula, deixemos os achismos para as fofoqueiras, né?!

  2. Ale Lucchese Says:

    parece q o governo norte-americano tem interesse em financiar esse tipo de pesquisa para melhor controlar a entrada de homossexuais no exército e no senado. o conservadorismo nunca esteve taum vivo

  3. Cris Says:

    tá, isso é sério? o governo quer barrar os gays?
    que absurdo!

  4. Ale Lucchese Says:

    Isso é meio teoria da conspiração, mas eh q eles jah pagaram altos micos por causa de militares gays, devem querer controlar isso. eu naum duvido de nada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: